segunda-feira, 15 de outubro de 2012

A sopinha Perfeita! Nutrientes essenciais para seu bebê.




Cada grupo de alimento tem características nutricionais específicas. Da mesma forma que todos nós sabemos que quanto mais colorido melhor o prato que comemos, quando falamos da nutrição do bebê,  manter este conceito é essencial. A alimentação deve ser sempre um assunto importante. É o combustível que vai fazer o seu bebê crescer. Seu desenvolvimento está diretamente relacionado à qualidade de alimento que lhe oferecemos.

Toda papinha deve ter, no mínimo, 4 tipos de ingredientes, quando o bebê tem 6 meses, ou 5 ingredientes, quando o bebê já está acostumado, comendo bem o almoço e o jantar, com cerca de 7 meses.

 
Grupo 1 – tubérculos e cereais:
Energia para viver
 
 

Ex.:  batata, batata doce, inhame, quinua, aveia, mandioca, mandioquinha, milho, arroz (pode-se usar também macarrão neste grupo).

 

Grupo 2 - Legumes:
Vitaminas e sais minerais

 Ex.: Cenoura, beterraba, couve-flor, abobrinha, brócolis, quiabo, chuchu, berinjela, jiló, rabanete, nabo, abóbora.

 

Grupo 3 - verduras:
 Fibras e vitaminas

Ex.: couve, alface, rúcula, repolho, chicória, almeirão, agrião, escarola, espinafre, broto de feijão.

 

Grupo 4 - proteína:
Para crescer e reparar tecidos

 Ex.: carnes de boi magra, frango, gema de ovo, queijo branco,  peixe (é mais alergênico, idealmente oferecer após 12 meses).

Grupo 5 - leguminosas:
Nutrientes essenciais
Ex.: Lentilha, feijões, grão de bico, vagem, ervilhas.
Grupo 6 - Gordura:
  Para os neurônios e hormônios
 
 
Ex.: óleo de canola, azeite, óleo de linhaça, manteiga*.




*Obs: Manteiga - rica em ácidos poliinsaturados (a margarina tem pouco), necessários à nutrição do bebê. Rica em vitaminas A, D e E. É um alimento anti-raquitismo (Do livro A vida do Bebê – Dr. Geraldo Leme).

Grupo 7 -  Especiarias:  


Papinha tem que ser gostosa (os bebês têm seus direitos)
Ex.:  Cebola, cebolinha, alho, orégano, manjericão, coentro, salsinha, cebolinha, manjericão, alecrim, orégano.
 
 
 
 
Controle bastante a quantidade de sal da dieta do seu bebê, adie o uso e use o mínimo possível. Sempre tente optar pelo sal marinho (no blog Comer bem é Preciso, tem um bom post sobre isso).
  
 
Sopinha de carne magra moída, preparada com cebola, macarrão, abobrinha, cenoura e salsinha. Nutritiva e muito gostosa.
 
 DICAS DA MAMÃE
      SEGURANÇA


·         Use apenas alimentos já liberados pelo pediatra.

·         Conheça seu filho: a criança pode apresentar intolerância a determinado alimento. Para facilitar a identificação de possíveis intolerâncias, o ideal é que cada novo alimento seja inicialmente oferecido separadamente, só depois usado em misturas.
 
·        Alergias são resposta que dependem da imunidade, é necessário ter sido exposto ao antígeno (p. ex: um alimento, um medicamento...) previamente e em uma próxima exposição, o organismo reconhecerá aquele elemento como estranho, causando uma resposta  inflamatória (de intensidade variável – leve a muito grave). Ou seja: podem-se desenvolver alergias a produtos que sempre foram usados sem problemas.

NUTRIÇÃO

·         Sempre procure usar frutas e legumes da época. Além de mais baratos, são mais saborosos e nutritivos  neste período.

·        Se possível, mantenha as cascas dos alimentos. Use uma escova de cerdas macias para higiene copiosa  em água corrente.

·         Sempre que possível os alimentos devem ser cozidos no vapor. Se forem cozidos em água, tente aproveitar a água do cozimento.


Nesse link da bebê.com tem dicas boas sobre papinhas de acordo com a idade do bebê. Confira.



Nenhum comentário:

Postar um comentário